segunda-feira, 6 de abril de 2009

RICHARD DAWKINS NA FLIP 2009

Dawkins: "A ciência pode proporcionar uma profunda paixão estética."

A Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP) 2009, que será realizada entre 1º e 5 de julho, vai contar com a presença do biólogo inglês Richard Dawkins, autor de best-sellers da biologia como O relojoeiro cego e O gene egoísta.

O biólogo, um dos principais defensores e divulgadores da teoria da evolução de Charles Darwin, é também um grande polemista. Seu livro sobre o ateísmo, Deus – uma ilusão, despertou fúrias para todos os lados, até mesmo por gente que talvez nem seja religiosa, mas que discorda frontalmente dos argumentos dele.

Com seu perfil agressivo, se formos criar uma metáfora biológica, mais precisamente, zoológica, diríamos que Dawkins é uma mistura de águia, leão e lobo da tasmânia, e que, por isso mesmo, deve-se ter certa cautela estando do seu lado ou, principalmente, do lado oposto a ele.

Considerando isso ou não, parece que os organizadores da FLIP decidiram que Dawkins não participará de debates em mesa redonda. Sua participação será em forma de entrevista ou de conferência.

A pergunta que fica é sobre o que tratará um biólogo numa festa pretensamente literária, mas que cada vez mais tende ao oba-oba generalizado.

Dawkins poderá falar de tudo, já que, teoricamente, tudo pode ser objeto da literatura. Mas, se quisermos ser mais rigorosos, podemos lembrar um livro pouco comentado atualmente do biólogo britânico: Desvendando o arco-íris – ciência, ilusão e encantamento, de 1998.

Nesse livro, Dawkins defende a importância da ciência, principalmente as grandes descobertas dos dois últimos séculos, como inspiração para os grandes poetas.

Desvendando o arco-íris é muito bom, tem passagens maravilhosas, mas pode ser paradoxal, porque a tese do autor é um disparate. Para ele, a ciência retiraria do poeta o invólucro de ilusão que atrapalha a realização poética mais profunda. Uma bobagem assustadora vindo de um homem da inteligência e da influência de Dawkins.

5 comentários:

StraightTalkingJack disse...

"Com seu perfil agressivo"

Ele é honesto e assertivo quando enfrentando bobagem ilogical em vez de mostrar deferéncia a pessoas que não merecem-la.

"despertou fúrias para todos os lados, até mesmo por gente que talvez nem seja religiosa, mas que discorda frontalmente dos argumentos dele."

Muito menos fúria do que felicidade nas pessoas de saco cheio de engolher hipocracia religiosa sem ninguem com a coragem de enfrentar publicamente, alguem de coragem intelectual que estima a verdade mais do que mentiras convenientes.

"parece que os organizadores da FLIP decidiram que Dawkins não participará de debates em mesa redonda"

Viu? Brasil está doente com a liberdade as religiões têm aqui em divulgar propaganda e infuenciar educação e política sem ninguem falar contra.

"A pergunta que fica é sobre o que tratará um biólogo numa festa pretensamente literária"

Escritor que escreve sobre ciença (um dos melhores dos todos os tempos) e filosofia não conta? Parece o preconceito de alguem que não se interesse muito na área....

"Para ele, a ciência retiraria do poeta o invólucro de ilusão que atrapalha a realização poética mais profunda."

De novo, vc confirma seus preconceitos. O funcionamento do universo através das leis da natureza que é capaz de produzir a beleza infinita que se encontra em volta da gente é muito mais interessante e encantador do que simplesmente falar "deus que fez" ou "é magia" que representam um caminho steril e ignorante.

Gilberto G. Pereira disse...

Dear Straight Talking Jack,
Relendo o texto friamente agora, apó seu comentário, reconheço certo preconceito e até algumas bobagens (desnecessárias) nele. Mas faz parte do exercício escrever bobagens.
Obrigado pelo comentário!

Anônimo disse...

Gilberto, nem devia perder seu tempo com esse pseudocientistazinho. Cientista de verdade "se enxerga" e sabe bem a boa merda que é a nossa filosofia a respeito da realidade. Esse cara aí é só mais um inconformadozinho cagador de regras. Se fosse tão bom assim estava num laboratório produzindo artigos científicos e ajudando o mundo a combater doenças, e não discutindo luz no quarto escuro.

Anônimo disse...

Prezado Anônimo que postou aqui dia 2 de julho. Pergunto, vc já leu algo q R. Dawkins escreveu? Ou somente coisas q falaram pra vc a respeito dele. Se tivesse lido o q ele escreveu teria postado um comentário mais inteligente do q simplesmente chamá-lo de "pseudocientistazinho", mesmo q vc nao concordasse com as ideias dele. Dá pra ver q vc nao tem a menor ideia do q seja fazer ciência ou ser cientista. É uma pena ver comentário tão ignorante e pré-conceituoso. As ideias de Dawkins levam as pessoas a pensar de forma mais crítica e evitar comentários como esse seu. Nem coragem de assinar vc teve, isso é a mais clara mostra de quem não sabe do que está falando.

Charlie Flesch

Fer-ever disse...

Para um jornalista voçê esta muito mal informado, ou nao está sendo imparcial, ja que Dawkins (pelo que percebe-se) ataca o que voçê acredita: as fadas, unicornios, monstros de espaguete voador, e o bule orbitante...