quarta-feira, 10 de junho de 2009

O QUE É O AMOR?

Meu bem, meu mal

O jovem e afoito monge budista pergunta ao velho e lento mestre:
- Mestre, o que é o Amor?
- É a folha que ainda não caiu do galho da cerejeira...
- Como assim, mestre? Se ainda não caiu, essa folha não existe –ao menos como folha caída...
- Também o Amor está sempre por fazer-se e nunca se completa.
- Mas a folha acaba caindo...
- Por isso o Amor é a folha que ainda não caiu do galho da cerejeira...

Do escritor paranaense Wilson Bueno, autor do belíssimo Meu tio Roseno, a cavalo. O trecho acima foi retirado do texto Do amor índio e outros amores, publicado na revista eletrônica Trópico (leia mais).

2 comentários:

Diego disse...

Perfeito, triste, real, o que é o amor senão uma utopia doce? grande abrço.

Diego.

Gilberto G. Pereira disse...

Meu caro Diego, faz tempo que você não deixava um comentário aqui. Valeu! Grande abraço!