terça-feira, 2 de junho de 2009

EM ANO QUE HATOUM CONCORRE NINGUÉM MAIS GANHA

Hatoum concorre ao Prêmio SP de Literatura com Órfãos do Eldorado

Certa vez, em entrevista à TV Cultura, a escritora Beatriz Bracher disse que a anedota corrente nos bastidores das letras é que em ano que Milton Hatoum concorre a prêmios literários ninguém mais ganha nada, só ele, o mestre da narrativa contemporânea, ele, o autor brasileiro que mais caiu nas graças do público leitor e da crítica, ganhador de três Jabutis e um Portugal Telecom, entre outros.

Pois o Prêmio SP de Literatura 2009 anunciou os nomes dos 20 finalistas em duas categorias, estreantes e veteranos. Hatoum concorre nesta última com Órfãos do Eldorado. Será que vai dar? Na disputa também está José Saramago (Nobel de Literatura de 1998), com A viagem do elefante.

O valor do prêmio é de R$ 200 mil para cada categoria e será entregue em agosto.

Veja a lista completa dos concorrentes.

Veteranos

Milton Hatoum: Órfãos do Eldorado
José Saramago: A viagem do elefante
Carola Saavedra: Flores azuis (livro que em breve será resenhado neste blog)
João Gilberto Noll: Acenos e afagos
Lívia Garcia-Roza: Milamor
Maria Esther Maciel: O livro dos nomes
Moacyr Scliar: Manual da paixão solitária
Ronaldo Correia de Brito: Galileia
Silviano Santiago: Heranças
Walther Moreira Santos: O ciclista


Estreantes

Altair Martins: A parede no escuro
Contardo Calligaris: O conto do amor
Estevão Azevedo: Nunca o nome do menino (livro que em breve será resenhado neste blog)
Francisco Azevedo: O arroz de palma
Javier Arancibia Contreras: Imóbile
Marcus Vinicius de Freitas: Peixe morto
Maria Cecília Gomes dos Reis: O mundo segundo Laura Ni
Rinaldo Fernandes: Rita no pomar
Sérgio Guimarães: Zé, Mizé, Camarada André
Vanessa Bárbara e Emílio Fraia: O verão do Chibo

6 comentários:

james p. disse...

Caro Giba,obrigado pelo comentário lá no meu blog.Desde o começo gostei dos seus posts,tanto pela qualidade quanto pela escrita bem articulada.E você ajudou muito mesmo,quando eu conhecia pouquíssimas pessoas na blogosfera.
Obrigado,meu amigo.
Espero que sua esposa e filha possam se reunir a você em breve.Sucesso aí em Goiânia e um abraço.

Gilberto G. Pereira disse...

Muito obrigado, James!
Grande abraço!

Leila Silva disse...

Eu só li um livro do Hatoum e não gostei...então, espero que outra pessoa ganhe embora não tenha lido este aí.
Abraço

Gilberto G. Pereira disse...

Heheh! Será que você leu relatos de um certo Oriente? Esse livro é o mais experimental de Hatoum. É seu primeiro livro, um romance cheio de vozes, polifônico, e difícil de seguir o trilho da narrativa, o livro que entusiasmou o primeiro escalão da crítica brasileira. Depois ele não deixou o nível cair, mas escreveu romances numa forma próxima da tradicional. Eu gosto muito de Hatoum. Mas essa disputa tem mesmo nomes muito bons, cujos livros que concorrem ainda não li, com exceção de Flores azuis, de Saavedra, essa jovem escritora chilena-carioca, que pode até ganhar esse prêmio.
Um abraço, Leila!

Leila Silva disse...

Gilberto,

O que eu li foi Cinzas do Norte...não é complicado não, bem fácil de ler, mas não achei nada nele, não me prendeu. Ainda assim li até o fim. Mas vai ver que não é para mim, sei que é um autor super festejado, não deve ser por acaso.
Abraço

Gilberto G. Pereira disse...

Você tem razão, Leila. Há autores que não são pra gente, né, ou deixam de ser, ou ainda não são.
Grande abraço!