quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

O outro labirinto

Finos traços de uma vida – plena – registrados num livro, dois, três. Duzentos mil estudos não podem captar a alma de um homem, em sua inteireza. Mas uma palavra basta para a gente sondar o mistério do outro. Não quer dizer que vá encontrar a resposta, porque mistérios não têm respostas, apenas sugestões e setas que apontam para outro labirinto.

Um comentário:

L.C. disse...

gilbertoooooooooooooo

saudades de você.
como vão as coisas por aí?
e a filhota??

beijos

não, não há estudo que baste para encontrar uma pessoa.